quarta-feira, 17 de abril de 2013

Desviei o teu cabelo








Por detrás de ti desviei o teu cabelo e dei-te um beijo atrás da orelha.

Estava quentinho ali.

Afastas-te a cabeça.

Quando voltei a beijar no mesmo sítio, já não fugiste.

Sentia-te inspirar, e depois soltas-te um pequeno gemido.

Porque seria?

A minha mão que estava já na tua maminha por cima do ombro e entrando 


pelo decote ???

O meu pau por trás, encostados nas nádegas, tendo levantado a saia com a 


mão e tua com a tua a ajuda-lo a entalar-se. Gemias e encostavas com força e como entreabrias as pernas ele 


deslizava pelo rego entre cu e cona já mollhada. 



Gostavas da cabeçorra ali. Pronta a qualquer buraco. Gemias de novo e ouvi. ... "querido assim em pé ...apoio na 




na parede ....enterra...."




Onde gata? ..... "...... na cona primeiro ..forte ...quero vir-me já......"



Dobraste-te e descemos a calcinha .... o cu todo espetado para mim .pernas afastadas sentis-te a cona a ser aberta 


pela cabeça que deslizava e toda a grossura dele atrás......

Foda-se gritas-te.... fode-me caralho ...fode forte.....

Sentias o aquecimento dele e a grossura a aumentar...

Eu sentia a cona molhada e quente.... duas estocadas e o teu grunhido foi forte demais.... vem.te em mim fdp 


.fode-me cabrão ..... nunca te tinha visto assim .

Senti que tiravas da cona e o agarravas grosso e ainda 


por me vir....


Agarravas e esfregavas a cabeça no buraqinho do cu.

Adivinhava o que querias..... levas-te a mão à boca .


...trouxes-te saliva que amciou a entrada.... e chegas-te 


tu o cu para trás..... "....fode-me esse cú ...." pedias 


com tesão......


Fi-lo com cuidado apesar de não ser a primeira vez e tu 


adorares....


Fode com forças gristas .....
Dou uma estocada que tive a impressão que te fez abrir 

a boca para não gritar....
Ai filho fode fode fode .....


Fodi .... até que senti que tinhas metido o dedo na cona
Notava-o encostada à parede uterina e a cabeça do 

meu caralho do outro lado no intestino grosso.
A tesão foi enorme e acelerei.
Dando-te palmadas nas nádegas a esporra ia jorrando 
dentro de ti .....
Foda-se foi demais...
Peguei em ti e levei-te para a sala, sentando-me numa cadeira contigo ao colo. 
Beijei-te no pescoço e nas orelhas.
Uma mão à volta dos ombros e a outra na zona da cintura. 

Movimentei a mão que estava na cintura para cima e para baixo, ao ritmo da sua respiração, para que a energia 

má saísse.
Por fim, com um ligeiríssimo sorriso, olhou para mim. Estiquei-me e mordi-lhe os biquinhos das mamas.
- PÁRA! ..Senão ......
Não parei
Levantas-te ligeiramente as nadegas, afastas as pernas e enterras todo na cona.
Ficas a controlar sentada em mim a foder à tua vontade.
video
Adoras.
Mexias ligeiramente as ancas e a foda era muito lenta......
Tinhas orgasmos seguidos , pequeninos, escorrentes, deliciosos.
Senti as coxas molhadas do que escorria da tua cona.
Beijei-te e mordi-te o pescoço outra vez.
Então, peguei-te ao colo e levei-te para o quarto, deitei-te na cama,.....despi rapidamente o que faltava deitei-te 
debaixo de mim ..... enterrei-me em ti .... fodemos .......
Depois de nos esporrar-mos adormecemos agarrados.... que foda.... que bela foda .....
Promessa que na próxima começo pelo minete .... queres pelo menos dez minutos de minete .... Prometido

1 comentário:

  1. Não canso de você... porque você está no ar, respiração, você é o bolo e o fogo em chama que queima com meus desejos...

    ResponderEliminar